Carreiro Contabilidade

Com a chegada da pandemia, a Carreiro Contabilidade teve que lidar com o esvaziamento do ambiente físico do escritório e rever seus processos de trabalho.

Com o sucesso do trabalho remoto, a empresa resolveu mudar a sede instalada em uma casa na área central da cidade para uma sala mais compacta em um empresarial próximo à residência dos gestores.

A Carreiro aproveitou essa mudança para planejar um rebranding da marca e criar um ambiente de trabalho mais eficiente, agradável e saudável que corroborasse para o seu posicionamento no mercado.

O programa requerido pelos clientes consistia em organizar as atividades laborais coletivas, as atividades de gestão, reuniões, recepção de clientes, alimentação de funcionários e armazenamento.

O espaço disponível, composto pela junção de duas salas comerciais, em um total de 80m², foi pensado para obter o melhor aproveitamento da luz natural e, consequentemente, valorizar o acesso à vista para o exterior. Para que todos os ambientes laborais de longa permanência fossem contemplados pela luz natural, dividimos as salas em dois setores a partir de uma divisória perpendicular a janela.

O setor de gestão foi subdividido em duas salas, mediadas por um lavabo comum que faz a transição entre elas. Para que a sala mais ao fundo fosse contemplada pela variação da luz solar ao longo do dia, sem prejuízo do ciclo circadiano dos seus ocupantes, utilizamos uma divisória em vidro cuja privacidade poderia ser controlada pelo uso de persiana translúcida.

A outra metade da sala incorporou o ambiente dos técnicos em contabilidade, a recepção, copa, sala de reuniões e armazenamento de documentos. As salas dos gestores foram dotadas de mobiliário que facilitasse o processo de trabalho e que organizassem os objetos significativos das suas identidades e memórias afetivas.

A recepção foi instalada no mesmo espaço dos técnicos de forma a otimizar o uso da área e flexibilizar o uso como espaço de descompressão. A divisória entre os dois setores foi utilizada como armários para armazenagem da documentação, com o acesso voltado para o ambiente dos técnicos. Este artifício auxiliou na estratégia acústica e para promover maior privacidade as salas dos gestores. A materialidade da divisória em mdf frisado em madeira faz alusão ao ambiente natural como estratégia de design biofílico para favorecer o bem-estar, o relaxamento e a cognição dos colaboradores.

A sala de reuniões rápidas, que também pode ser utilizada como espaço de trabalho temporário, ficou em uma espaço mais interno e sem acesso direto à luz natural, por se tratar de um espaço de baixa permanência.

Entre a sala de reuniões e a divisória da sala dos gestores, ficou localizada a copa. Embora não houvesse necessidade de iluminação natural direta, esta localização conferiu maior privacidade e conveniência ao espaço. Este ambiente aberto permite que a luz natural ilumine o ambiente dos colaboradores.

A iluminação artificial foi realizada pelo uso de pendentes com lâmpadas tubulares em led, temperatura de cor neutra e Índice de Reprodução de Cor com fidelidade de 80% acima das mesas de trabalho, com o intuito de ativar o sistema de atenção da equipe.

Plafons embutidos com lâmpadas em led, temperatura de cor quente e Índice de Reprodução de Cor com fidelidade de 70% nas laterais dos ambientes facilitam a produção de melatonina e criam um clima aconchegante e relaxante à medida que o sol se põe.

Ficha técnica

Autores: Oliveira Júnior e Thálita Zavaski
Projetos complementares: José Ermando
Ano do projeto: 2021
Área: 80m²
Localização: João Pessoa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu